quinta-feira, 20 de maio de 2010

Fettuccine com polpettone

Dia desses, lendo uma matéria na revista Gosto, deu uma saudade danada de um clássico paulistano, o Polpettone do Jardim de Napoli. Bons tempos que podíamos matar esse desejo apenas se dirigindo a Martinico Prado e esperar pela almondega gigante, servida com abundante molho sugo e queijo parmesão. Como estamos a 400km de distância da Desvairada, tentamos reproduzir a receita, publicada na revista. Obviamente não ficou tão boa, pois alguns sabores são inatingíveis, inigualáveis Mas valeu a tentativa ,que foi servida com fettuccine fresco

Ingredientes (para duas pessoas) 

300 g de carne moída de boa qualidade (O Jardim de Napoli usa aparas de mingon moídas)
Sal, cebolinha, salsinha, pimenta do reino
Duas fatias de mozzarela
Farinha de trigo, farinha de rosca e um ovo para empanar.
Molho sugo 

Misture bem a carne com os temperos e prepare o polpettone, colocando uma fatia de queijo no meio da carne. Passe na farinha de trigo, depois no ovo e por fim na farinha de rosca, que deve ser fresca, de preferência feita na hora. Deixe descansar por pelo menos uma hora na geladeira. Frite o polpettone e cubra com molho sugo. Sirva com o fettucine fresco na manteiga.

2 comentários:

Paula Porto disse...

Uma dúvida... fritar quer dizer fritar na frigideira, com um pouquinho de óleo/azeite, ou quer dizer fritar imerso no óleo?
Pirmeira vez que vou preparar um polpettone... o de vcs o mais bonito qe encontrei. Parabéns!
www.desaltoaltonacozinha.com

pastifício dell'amore disse...

Oi Paula, obrigado pelo elogio. O ideal é fritar imerso em óleo vegetal, de soja, canola, milho ou amendoim. Assim ele fica crocante por fora e suculento por dentro. Boa sorte com o polpettone.